Para adolescentes

 

O Adolescente por Ele Mesmo

7.g.30.g.O_adolescente_por_ele_mesmo17ª. Edição  Editora Record – RJ

 

Terceiro livro da série sobre relação pais e filhos da educadora Tania Zagury, este livro vem completar a sequência iniciada com “Sem Padecer no Paraíso”, abordando uma das etapas mais complexas do desenvolvimento humano – a adolescência. Nele é traçado um co
mpleto e profundo perfil dos adolescentes da década de 90, explicitando para pais e educadores o pensamento dos jovens de hoje sobre assuntos como estudos, escola, escolha profissional, lazer, sexo, drogas, religião, política, a família, o casamento e a felicidade entre outros. A autora se baseia em um vasto estudo de campo realizado no decorrer de dois anos em que 943 jovens entre 14 e 18 anos de 16 cidades brasileiras, estudantes e trabalhadores, das 5 camadas sociais responderam a um total de 104 questões sobre aspectos fundamentais de suas vidas.

A partir da interpretação dos dados colhidos e trabalhados estatisticamente, são discutidas formas adequadas de os pais e educadores lidarem com os adolescentes, de forma a diminuir os conflitos e visando a formação de cidadãos produtivos, socialmente engajados, com um projeto de vida que os mantenha longe das drogas e da marginalidade.

No Brasil, esteve várias vezes nas listas dos mais vendidos da revista Veja, do Jornal do Brasil e do Globo. É hoje referência nacional quando se trata de compreender e trabalhar com jovens. Adotado em faculdades e cursos de formação de professores, não incorre, porém, no engano de tratar a questão com excesso de cientificidade e complexidade, nem com superficialismo ou simplismo. Desta forma, qualquer pessoa, independente do nível educacional ou da formação técnica, inclusive os próprios adolescentes, podem lê-lo, com facilidade e rapidez, devido ao estilo claro, moderno e objetivo.

Em tempos de globalização, certamente as reflexões, conclusões e orientações que são passadas ao leitor, serão de igual validade para leitores de outros países, já que as bases e os problemas das sociedades capitalistas são semelhantes em todo o mundo.

Compre Aqui!


Rampa

8.g.g5ª. Edição  Editora Record – RJ

 

Trata-se de uma ficção que aborda um tema fundamental nos nossos dias: o desemprego e a questão do preconceito social contra os excluídos da sociedade – sentimento muitas vezes inconsciente -, em contraponto com a solidariedade e empatia que se deseja existam na sociedade. A história de Alberto, um engenheiro que, por uma série de circunstâncias é abandonado pela família, perde o emprego e todos seus bens materiais, e acaba indo morar nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, é o pretexto para que a autora coloque o leitor frente à nudez dura e feia de questões básicas como sobrevivência, dignidade, honestidade, amor, preconceito, solidariedade.

Tomando por base dois anos de observação direta da vida dos sem-teto nas ruas do Rio de Janeiro, a autora consegue trazer para o leitor, a angústia do cotidiano daqueles que tendo perdido tudo, mas não sendo marginais nem mendigos, tentam, de todas as formas, manter a dignidade e refazer suas possibilidades sociais. Tania faz da história de Alberto, um angustiante questionamento das reais condições que pode ter uma pessoa que “desce a rampa” na nossa hostil, crítica e indiferente sociedade.

Com texto ágil e moderno, o leitor logo se sente preso ao personagem, incorpora seu sofrimento e medos, torce, chora e sofre por ele.

Rampa é um “soco no estômago”, um remédio amargo que todos devem tomar, como contribuição à consciência e à luta pela dignidade e empatia humanas.

Compre Aqui!

 

TOPO   INÍCIO